jump to navigation

Um Pouco de Música e Inutilidade Cósmica julho 31, 2007

Posted by Bruno de Lima Assis Figueiredo in Cosmos.
1 comment so far


Galáxia NGC 1512

 

Muita gente já escutou a musica Segundo Sol do Nando Reis, mas alguém sabe o que ele quer dizer com essa letra? Talvez eu possa ajudar com um pouco da cultura pop adquirida no mundo de inutilidades da internet e seus mitos. Vamos com calma analisar a letra da música.

“Quando o segundo sol chegar
Para
realinhar as órbitas dos planetas
Derrubando com assombro exemplar
O que os astrônomos diriam se tratar
De um outro
cometa”

Existe nas crenças dos antigos manuscritos sumérios em argila, uma história sobre um povo que veio do céu, chamado Anunaki, e criou a raça humana geneticamente. Este planeta faz um translação em volta do nosso sol em um período de 3600 anos, que corresponde também ao ciclo do calendário de uma outra civilização, a civilização Maia, que fecha mais um ciclo do seu calendário em 2012. Este planeta fica junto com seu sol muito próximo da terra, segundo os sumérios, a cada 3600 anos, interferindo nas órbitas dos planetas do sistema solar.

“Não digo que não me surpreendi
Antes que eu visse, você disse
E eu não pude acreditar”

A testemunha ocular da musica, que no caso pode ser o Nando Reis, testemunha o evento e lembra de ter sido avisada do acontecimento mas continuara incrédula, portanto se surpreendeu com tal holocausto.

“Mas você pode ter certeza
Que seu telefone irá tocar
Em sua nova casa
Que abriga agora a trilha
Incluída nessa minha conversão”

Neste momento penso que o Nando esta se referindo a conversão harmônica, acontecimento apocalíptico previsto pelos gnósticos com a chegada do novo sol, que representa a separação do joio do trigo, onde aqueles que buscam o amor e os ensinamentos dos mestre jesus (por incrivel que pareça os gnóstico misturam ets, espiritismo e cristianismo tudo em um liquidificador e depois tomam sem pensar) iram para a quarta dimensão, enquanto aqueles que se apegam as coisa materiais, a maldade e a disputa ficarão na terceira ou segunda dimensão (lembro as vocês que o universo tem 11 dimensões segundo Stephen Hawking, maior físico da atualidade). Vemos que o Nando Reeis espera evoluir para a quarta dimensão e fazer contato coma pessoa que te avisou sobre este holocausto.

“Eu só queria te contar
Que eu fui lá fora e vi
dois sóis num dia
E a
vida que ardia
Sem explicação”

Parece que sua fé na tal crença fez com que ele sentisse uma paz interior onde a vida ardia sem explicação: o amor.

Portanto podemos supor que o Nando Reis é um exotérico de plantão e já sabia dessas coisas tão modernas. Na verdade quando lia sobre estes asuntos me veio essa música na cabeça, pois ela se encaixa perfeitamente com toda essa história de fim do ciclo do calendário maia, convergência harmônica, sumérios, Anunaki, etc…

Assim que puder posto mais sobres os sumérios, pois estes sim eram uma civilização muito interessante…